Glicínia: Cultivo, Plantio, Cuidados, Tipos, Espécies, Características

Bastante utilizada para cobrir muros e enfeitar jardins, a glicínia é um tipo de trepadeira, oriunda do leste dos EUA, China, Coreia e Japão, pertencente à família Fabaceae com aproximadamente dez espécies do tipo. Entre as mais conhecidas estão a Wisteria Sinesis, nativa da China, que pode crescer entre 20 a 30 metros e a Wisteria Floribunda, nativa do Japão, que pode chegar a nove metros de comprimento. As flores variam entre os tons de violeta, azul, branco ou rosa e são levemente perfumadas, mas nem todas as espécies apresentam algum aroma.

Glicínia

As glicínias podem ser cultivadas em ambiente com bastante luz solar, solo fértil e clima subtropical ou mediterrâneo, por isso elas se desenvolvem mais em algumas regiões do Brasil do que em outras. O sul do país, a Serra da Mantiqueira e a cidade de Campos do Jordão em SP são os ambientes mais adequados para se ter uma glicínia, mas não significa que não crescerá em outras regiões, pois tudo vai depender da forma de plantio e da manutenção da trepadeira.

As glicínias demoram muito tempo para chegar à idade adulta, por isso seu crescimento varia entre o lento e o moderado. Por outro lado, a glicínia tem grande longevidade, chegando a viver até 100 anos. Então se você está pensando em plantar uma espécie do tipo agora, provavelmente os seus bisnetos conseguirão ver esta trepadeira com todo seu esplendor.

as flores

Ficou curioso em saber mais sobre a glicínia? Confira algumas dicas e curiosidades sobre essa belíssima planta do oriente:

1. Como plantar uma glicínia?

Essa espécie de trepadeira demora muitos anos para crescer, mas dura muito tempo

A glicínia multiplica-se por meio de sementes ou estacas, mas os grãos devem ser germinados em vasos de 40cm de profundidade antes das mudas serem plantadas no local definitivo. Quando a planta estiver com 30cm de altura e for transferida de lugar, cave um buraco com mais ou menos um metro, tanto em comprimento quanto em profundidade, e preencha-o com terra compostada (a mesma feita com restos de alimentos orgânicos ou húmus de minhoca).

dicas em imagens

Após isso, a muda deve ser colocada em um pequeno buraco de modo que as raízes fiquem de 5 a 7 cm abaixo do nível do chão. Durante a primeira semana, não deixe de regar a planta diariamente para manter a terra sempre úmida e as raízes se adaptarem ao novo local mais rápido. As glicínias gostam de solos drenados e ricos em nitrogênio, um nutriente que pode ser adicionado ao solo após o plantio.

veja os vídeos

Lembre-se de providenciar estruturas fortes para aguentar o peso da glicínia quando estiver adulta. Como esta planta ficará com galhos vigorosos e um caule bem robusto, será necessário plantá-la em um local com bastante espaço para que possa se desenvolver sem dificuldades. As glicínias também se adaptam bem a varandas e vasos, mas estes precisam suportar o crescimento de suas raízes, por isso ela é muito adequada para cobrir arcos, pérgulas, portões e caramanchões conferindo um ar romântico e nobre à paisagem.

2. Como cultivar uma glicínia?

Conheça como fazer as podas e as condições climáticas ideais para essa planta

A época de floração desta planta varia com o clima e a região em que está estabelecida. Mas a glicínia sempre floresce no início da primavera, assim que termina o período de frio intenso, por isso a poda dessa trepadeira deve ser feita no início do inverno para que quando inicie a próxima estação, ela já esteja preparada para as novas flores. Além disso, a poda não deve ser feita de qualquer maneira, sendo necessário cortar os galhos logo acima dos nós das folhas para que os galhos continuem florescendo.

eu amo

As glicínias gostam de frio como em regiões subtropicais ou mediterrâneas. Em regiões quentes também pode ser cultivada, mas seu desenvolvimento será afetado pelo clima, enquanto em regiões temperadas pode sofrer com as geadas adiantadas durante o período de formação das flores.

Além disso, essa trepadeira precisa de pelo menos quatro horas diárias da luz do sol, uma vez que o seu desenvolvimento é favorecido pela luz direta, por isso quanto mais melhor. Não confunda luz direta com temperatura, não é porque a glicínia gosta de luz do sol que vai gostar de climas quentes, ok?

tipos

3. Conheça outros tipos de glicínia:

Há mais de 100 gêneros do tipo, conheça algumas outras glicínias e se encante

Embora a Wisteria Sinesis e a Wisteria Floribunda sejam as espécies de glicínias mais conhecidas, existem outras do tipo que também encantam os olhos de quem vê. Confira:

  • Supostamente a maior no Japão, a Wisteria Yae kokuryu é a glicínia que tem o perfume mais intenso. Seu crescimento pode variar entre 8 e 12 metros. As flores são dobradas e os cachos podem ter até 50 cm de comprimento.
  • Nativa das florestas úmidas do sudeste dos Estados Unidos, a Wisteria frutescens pode crescer até 15 metros e os seus cachos variam entre 5 e 15 cm de comprimento, sendo os cachos mais pequenos da família das wisterias. As suas flores são azul-violeta.
  • A Wisteria macrostachya é nativa do sudeste dos Estados Unidos. As suas flores variam entre tons de roxo e azul, e os cachos podem chegar a ter entre 15 e 30 cm de comprimento.

imagens
fotos de Glicínia
como cultivar
dicas e ideias
Glicínia
diversas cores
caindo nos galhos
as mais belas
Glicínia
Fotos de Glicínia

4. Você sabia? (curiosidades)

Expresse toda sua ternura por alguém a presenteando com uma glicínia

Com grande valor ornamental por ser frequentemente utilizada na composição de bonsais, a glicínia significa ternura, por isso dar uma planta dessa para alguém, demonstra que você tem muito apreço e carinho pela pessoa que está recebendo a flor. Antigamente, os gregos e os romanos tinham o costume de sempre carregar Glicínias, pois acreditavam que a planta preservava o amor conjugal.

Além disso, a espécie tem grande valor para a apicultura, uma vez que a glicínia também é bastante apreciada pelas abelhas, ajudando na polinização dos campos. Mas tome cuidado, a glicínia é tóxica e deve ficar fora do alcance de crianças pequenas e animais domésticos, pois as suas sementes podem matar.

Eu adoraria ter uma glicínia no meu jardim e você? Gostou das nossas dicas? Conhece alguma outra flor para plantar no jardim e deixa-lo ainda mais bonito? Conta aqui pra gente!

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *