Flor Cravina: Características, Cuidados, Cultivo e Fotos

Saiba tudo sobre a cravina, uma planta que pode embelezar os ambientes residenciais e demais jardins!

A cravina é um tipo de planta herbácea que aparece nos verões e são artefatos perfeitos para embelezar jardins e quintais. Este estilo de planta pode ser a pedida perfeita para quem quer elaborar um jardim com cores e esteticamente lindo!

cravina

Características de Cravina

A planta, em questão é do tipo herbácea que apresenta estatura de 30cm a 40cm. É uma planta que apresenta diversas flores de caráter solitário, simplificadas e nas seguintes colorações:

A característica de maior sucesso são aquelas que apresentam pétalas mais largas e bordas de caráter serrilhado. De modo geral, as flores da planta aparecem na época do verão e se caracterizam como plantas perfeitas para jardins.

em todas as cores

A planta é muito usada em bordaduras, jardins, maciças, em razão de auxiliam a construir uma aparência campestre. Em razão de a planta necessitar de incidências intensas do sol, é muito difícil que tenham o cultivo em ambientes internos.

A cravina é um tipo de miniatura do cravo. É perene e apresenta flores solitárias, com dobraduras e cores mencionadas anteriormente. Ela se caracteriza, em razão da presença de flores lindíssimas, compostas por pétalas alongadas que, de modo geral, apresentam colorações quentes e de tons diferenciados na região central e bordas.

fotos de flores as que amamos imagens de flores

Características

Dentre as características essenciais, podemos mencionar as seguintes:

  • é capaz de atrair borboletas, flores e abelhas;
  • pode ter plantio em jardins ou vasos;
  • desenvolve-se melhor com luz, em sol pleno;
  • precisa ser posicionada em lugares iluminados para resultados melhores.

Ainda que não apresente problemas com o sol, a temperatura abafada pode enfraquecer a planta, e ter desenvolvimento aprimorado em ambientes de climas que se caracterizam amenos.

A cravina tem crescimento a partir do sol, porém, em ambientes frios. A planta tem preferência por ambientes com sombras vespertinas em ambientes quentes. A região do sul brasileiro é um dos ambientes mais agradáveis para o cultivo desta planta.

É por isso que, dentre os estados do Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, o cultivo das cravinas são excelentes e providenciam flores belíssimas nas decorações de jardins e afins.

Quanto à rega, a planta não necessita de muita água. Até porque ela não faz a absorção total e as raízes podem acabar afogadas. É imprescindível que se mantenha um solo úmido, porém, sem exageros. O essencial é que se toque no solo para testar a sua umidade. Ao perceber que está seco, pode regar suavemente.

cor rosa

Como Plantar?

É importante encontrar uma região com luz boa do sol, porém, temperatura mediana. A planta, em questão, tem crescimento rápido a partir do sol e adaptação a ambientes frios. É essencial que esteja recebendo entre 4 a 5h de luz do sol diretamente, todos os dias. Porém, o plantio deve ocorrer em sombra, que é a alternativa mais inteligente, se morar em região de clima caloroso.

Solo

A planta dá preferência a solos soltos, ricos e drenados. A água precisa ter drenagem rápida com o solo e jamais ficar empoçada na terra. Uma dica é revolver todo o solo disponível e fazer a suplementação com a terra do vaso para o fornecimento de maior nutrição.

Ainda que não tenha a necessidade de fazer testes de pH do solo, é preciso que se faça ajustes do pH para se caracterizar alcalino, de leve.

imagem da clavina

Sementes

É importante plantar a cravina em épocas de verão ou primavera. Colocá-la em superfície e fazer a cobertura de 0,6cm do solo ou cavando trincheiras profundas, bem como o preenchimento da terra posteriormente ao plantio da semente.

Caso não queira muito espaço entre uma e outra semente, é possível fazer o agrupamento das peças por um tempo maior, porém, nesta situação, cuide para que não haja a rega excessiva.

Caso esteja realizando o transplante das mudas, basta fazer a transferência do solo em volta das raízes numa cova que tenha 2x da largura do solo e realize o seu preenchimento. Cuide para não cobrir o caule desta muda. A planta precisa ser coberta em mesmo patamar anterior.

fotos da clavina

Rega

As sementes e todas as mudas da planta têm benefícios da rega de forma imediata posteriormente ao transplante. Porém, é imprescindível o cuidado para que não as encharque com maior quantidade de água do que a capacidade de drenagem do solo.

As mudas com transplante precisam ter mantimento em solo com umidade, porém, sem encharcá-lo com maior quantidade de água de que seja capaz de fazer a drenagem.

As mudas precisam ser mantidas em ambiente úmido, sem encharcar, por algumas datas. Quando tiverem estabelecimento e recuperação de quaisquer debilidades que possam acontecer, é importante cuidar delas de maneira específica.

Como Cuidar?

A planta requisita pouquíssimos cuidados, a partir de sua devida instalação. Determinados gestos auxiliarão a tornar a floração mais prolongada.

Corte as flores desbotadas, promovendo o estímulo do surgimento de novas florações. A água deve ser aplicada somente em situação de solo seco. Dessa forma, logo que as chuvas de outono aparecerem, elas podem murchar e não de novo, no ano posterior. É preciso, então, arrancá-las antes do período do inverno.

Cultivo

É possível fazer o plantio em jardins ou vasos, em razão do seu porte pequeno. Contudo, é uma planta que apresenta necessidade de luz, e tem desenvolvimento melhor ao sol.

Por isso, caso haja a necessidade do cultivo em vaso, verifique o posicionamento em lugar com devida iluminação para que se obtenha resultado melhor. Ainda que não apresente problemas em relação ao sol, o clima com abafamento torna a planta mais fraca. Escolha, então, ambientes de temperaturas amenas para o cultivo das cravinas.

É importante sempre verificar as condições do solo, todas as características da planta e a possibilidade de fazer as devidas manutenções para vasos ou jardins. Tudo depende de uma variante de informações que podem auxiliar você a manter a planta cada vez mais bela em sua residência ou jardim.

E se você gostou destas dicas para manter a sua plantinha sempre bem cuidada, não deixe de compartilhar conosco a sua opinião!

Este artigo te ajudou? Esperamos que sim! Compartilhe isso para o mundo: Obrigada! 😘

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *