GUIA: Flor Rosa do Deserto: Como Plantar, Adubar e Cuidar


Aprenda como cuidar da flor rosa do deserto

Algumas flores são capazes de despertar mais interesse do que outras e isso se deve principalmente às características que as tornam absolutamente diferentes das demais. Uma dessas espécies é a flor rosa do deserto: com uma aparência única e pouco encontrada na natureza, essa flor chama a atenção de quem a conhece. A parte boa é que suas necessidades específicas fazem do Brasil um ótimo país no qual ela pode ser cultivada. Por isso, confira a seguir tudo sobre ela.

AS CARACTERÍSTICAS

A flor rosa do deserto desperta muita curiosidade entre quem a conhece porque ela possui características que a tornam única e muito diferente de qualquer outra flor que você já conheceu.

Duvida? Então por acaso você já viu uma flor que, na verdade, parece-se com uma árvore em miniatura com raízes aparentes e que se parece com uma árvore frondosa de verdade? É por isso que essa flor é considerada tão especial e desperta tanto interesse.

Além disso, suas flores possuem um tom rosado como o esperado que pode ou não ser acompanhado de branco. Assim, não é incomum que você encontre uma flor rosa do deserto que possui pétalas predominantemente brancas com uma borda rosa.

Quanto às raízes, elas são bem rústicas e aparentes, sendo uma planta que possui razies mais externas do que internas. Normalmente essas raízes crescem em unidades individuais, chamadas de bulbos. Também são esses bulbos os responsáveis pela criação de mudas para que essa espécie possa ser plantada.

Muita gente também considera que essas raízes externas sejam, na verdade, uma adaptação do caule engrossado para que a planta possa armazenar água e nutrientes necessários à sua sobrevivência. De qualquer forma, essa característica também é importante para que a flor resista a intempéries e ventos mais fortes.

em vaso preto em vaso de barro caule grosso Rosa do Deserto mais diferente

O AMBIENTE

Um dos principais cuidados com essa flor deve ser o do ambiente. Isso porque ela até pode ser cultivada à meia-sombra, mas o resultado não será tão benéfico quanto um cenário de sol pleno e constante.

Assim, para que essa flor seja capaz de fornecer a sua beleza com o máximo de potencial é necessário que ela sela plantada em um local que receba o máximo de incidência solar possível para que ela possa se desenvolver plenamente.

Por suas características, essa flor não se dá muito bem com baixas temperaturas e por isso evite de deixá-la em locais muito úmidos, à sombra ou então virtualmente refrigerados, como salas com ar condicionado. Nesse sentido, quanto mais sol e calor, melhor.

Flor Rosa do Deserto Fotos de Flor Rosa do Deserto Imagens de Flor Rosa do Deserto

AS REGAS

Não é porque essa espécie tem “deserto” no nome que você deve assumir que ela precisa morrer seca – afinal, lembre-se de que ela não é um cacto. Com isso, é necessário também pensar na rega, que deve ser realizada da maneira correta para que a planta se desenvolva.

Como não existe uma regra quanto a isso, a verdade é que você vai precisar prestar uma atenção especial à planta para saber quando ela deve ser regada. Isso significa que quando a sua terra estiver mais seca, a rega se faz necessária.

Isso significa que se você mora em um lugar excessivamente quente, pode ser que você tenha que aumentar a frequência semanal de rega para que a planta se desenvolva. Já se você mora em um lugar com sol, mas que é mais frio, você precisará regar menos essa planta de modo a evitar o seu apodrecimento.

Quanto à quantidade de água, o ideal é umedecer o solo – e não encharcá-lo – porque do contrário as raízes podem terminar apodrecendo.

Além disso, deve-se preferir utilizar água neutra, ou seja, de pH no máximo 7. Isso se dá porque uma água muito ácida – ou seja, com pH menor do que 7 – pode fazer com que as raízes terminem apodrecidas e a sua flor, sem se desenvolver.

Flor Rosa do Deserto as mais belas da natureza as mais lindas da natureza uma maravilha fotos incríveis imagens ilustrativas

O LOCAL DE PLANTIO

Graças a essas características da rega, a flor rosa do deserto exige que haja um cuidado bastante específico com o local de plantio. Assim, embora seja possível plantá-la diretamente no chão, o mais recomendado é que ela seja plantada em um vaso adequado.

Ao optar pelo vaso, entretanto, é muito importante lembrar que as raízes vão crescer e que a base da planta vai ficar bem mais grossa e desenvolvida. Assim, é necessário que haja espaço para que essa flor se desenvolva.

Como a água não pode acumular, também é necessário que o vaso tenha uma boa drenagem e por isso os de cerâmica são os mais indicados. Além disso, os vasos precisam ser mais rasos, já que no caso de vasos muito fundos o caule dessa flor não ficará tão desenvolvido e nem tão grosso.

Quanto à preparação, é necessário contar com uma camada de areia e uma tela para impedir que as raízes fujam seguido de uma camada de húmus de minhoca. Na parte de cima, normalmente chamada de substrato, é preciso misturar terra adubada com areia para criar o ambiente perfeito.

No lugar da areia do fundo ou em conjunto a ela também é possível utilizar outros materiais que funcionem como absorventes da água em excesso. É o caso, por exemplo, do cascalho, que funciona muito bem nessa função.

Se você precisar mudar a planta de vaso, também é importante que o aumento do vaso seja gradual. Normalmente, o novo vaso não deve ser mais do que 50% maior do que o anterior para prevenir que a flor acabe sentindo a mudança de maneira prejudicial.

Flor Rosa do Deserto Rosa do Deserto dicas de jardinagem ideias de jardinismo

ADUBAÇÃO

Embora o substrato utilizado seja rico em nutrientes, a capacidade de drenagem do vaso como um todo normalmente faz com que os nutrientes se percam de alguma maneira. Com isso, é necessário fornecer a adubação correta para esse tipo de flor até mesmo para que o caule possa se desenvolver de maneira abundante.

Assim, o ideal é optar por fertilizantes orgânicos que garantirão uma nutrição adequada e abundante. Nesse caso, é muito importante que o substrato seja regado de maneira anterior à aplicação do substrato de forma que não ocorram prejuízos para a planta. Além disso, os fertilizantes nunca devem ser aplicados diretamente na raiz ou nas folhas.

A flor rosa do deserto é exótica, única e totalmente diferente de tudo o que você já viu. Devido às suas características, ela precisa de muito sol e calor, além de regas controladas para garantir o seu pleno desenvolvimento. Sabendo isso, é só garantir a sua e começar a cultivar.

Você tem dúvidas? comente!

2 Comments

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe!

Seus amigos vão adorar! :)