GUIA: Flor Gérbera: Como Plantar, Adubar, Cuidar, Regar


As flores são, sempre foram e sempre vão ser uma das coisas mais lindas que existem no mundo.

Elas e seus milhares de tipos, muitos que nem conhecemos ou se quer sabemos que existe. Tantas e tantas cores, texturas, formatos, formas de cuidar e cultivar.

As flores podem ser usadas de várias formas, para perfumar, enfeitar, presentear, fazer parte da decoração de casa e com certeza de festas. Elas são indispensáveis na vida de todos nós!

gérberas flor gérberas diversas cores na primavera

E entre tantas e tantas espécies, uma das mais amadas e lindas é a Gérbera.

Ela é um flor muito linda! Além de ser colorida, alegre e possuir vários tons de cores. Faz parte do gênero de plantas herbáceas ornamentais, que pertence à família das Asteraceae ou Compostas, que tem como parentes bem próximos o Girassol e as Margaridas.

Essa coisa fofa tem sua origem natural na América do Sul, África, Madagáscar e na Ásia.

A Gérbera, não pode ser chamada de simples gérbera, pois o seu gênero envolve cerca de 30 espécies diferentes! Por isso sua grande variedade de cores e folhas. Suas cores mais famosas são: amarelo, laranja, rosa, branco e vermelho.

flores gérbera fotos de flores gérbera para decoração para decorar em muitas cores imagens de flores gérbera

Por conta dessas características e todo o potencial da flor, ela é uma das flores mais vendidas!

Apesar de ser encontrada em todas as floriculturas, você pode querer aprender a plantinha e ter essa flor iluminando o seu próprio jardim!

Ela pode ser plantada em vasos, jardins, canteiros ou floreiras, pois é uma flor de fácil cultivo. A Planta não exige muitos cuidados (além dos básicos, é claro) e se adapta melhor em regiões de clima seco. Por ser uma flor de origem rústica, aguenta solos mais secos, mas em períodos de pouca chuva, deve ter o mesmo cuidado que as outras flores tem, de regas regulares e nesse caso entre uma ou duas vezes por semana.

fotos profissionais imagens ilustrativas seleção de modelos espécies diferentes tipos diferentes em tons claros

Um ponto primordial para o cultivo da gérbera, é que ele deve ser realizado em um local arejado, onde haja a incidência de luz e sol. Ela se propaga através das sementes e tende a ficar mais bonita a partir da segunda floração.
A flor alcança até 40 cm de altura e abrange uma boa variação de cortes e plantio em vasos, no caso de necessitar de um desenvolvimento mais compacto.

Vamos ao passo – a – passo para o plantio da flor!

1. Compra das sementes
As sementes são vendidas geralmente dentro de envelopinhos, que são encontrados em supermercados, floriculturas, lojas de jardinagem, empresas de paisagismo e outras empresas especializadas no setor.
Os preços dos envelopes que tenham entre 100 e 200 sementes podem variar de R$1,00 a R$2,00.
*uma dica são as empresas que ficam em Holambra (SP), eles tem uma infinidade de lojas e cultivadores.

2. Produção das sementes
É importante saber que cada semente produz uma touceira (conjunto de plantas da mesma espécie que nascem muito próximas) com flores que se diferenciam das demais, caso você não deseje que isso ocorra, terá que ir atrás de mudas micropropagadas , que são mais uniformes e podem ser encontradas em viveiros.

3. Plantio
Uma informação muito importante para o processo de plantio, é que a gérbera não aguenta e nem se adapta a solos encharcados, por isso, o local em que a flor for plantada deve contar com uma boa drenagem.
Outro fator, mais técnico que interfere no bom desenvolvimento da flor é o nível de fertilidade do solo, que deve ser de médio a alto e ter o pH um pouco ácido.

4. Adubação
Use a adubação orgânica* ou a adubação química, com a combinação NPK, sendo a proporção 4 – 10 – 8.
Caso as mudas sejam as micropropagadas, abra uma “cova” no local do plantio, coloque as mudas no centro e sob parte do substrato (indicado fibra de coco). Feito isso, complete o preenchimento dessa cova.

*O adubo orgânico é obtido através de matéria de origem animal ou vegetal, como por exemplo, esterco, farinhas, bagaços, restos de cascas e vegetais, eles podem já estar decompostos ou ainda em estágio de decomposição. Esses materiais podem ser produzidos pelo homem através do processo de compostagem.

5. Vasos
Apesar de toda a tradição que a gérbera tem com o plantio do solo, hoje em dia, o seu cultivo mais indicado é em vasos, para evitar a ocorrência de doenças e facilitar a nutrição e consequentemente o crescimento da planta.
Para que ela cresça de forma mais bonita e as hastes florais tenham um crescimento acentuado, é indicado o uso de substratos compostos, as fibras de coco, por exemplo, são muito boas e podem ser encontradas em lojas de insumos agrícolas.

6. Espaçamento
O espaçamento é referente ao tamanho das covas que devem ser abertas, para colocar a planta. O ideal é que quando o cultivo é feito em solo, a capacidade da cova seja para 3 a 5 litros, o que equivale a 0,15 a 0,2 m de diâmetro e o espaçamento em torno de 0,3 a 0,4 m.

7. Cuidados
Como citado acima, a gérbera é uma planta que não se adapta bem em locais encharcados, por isso, a rega deve ser feita sem excesso, de 1 a 2 vezes por semana. Prefira para fazer irrigações nos períodos mais secos e estimule o surgimento de novas brotações.

inspiração da natureza fotos inspiradoras obra do Criador para sua casa fotos de flores para decoração de casas e apartamentos imagens da flor obra de Deus para decoração imagens de flores

8. Floração
Entre 1 e 2 meses após o plantio, a gérbera irá florescer. Na fase final de sua floração, é necessário que as podas sejam feitas rentes ao solo, e também deve ser feita a limpeza da planta, para retirar dela as folhas mortas ou velhas. A flor pode ser mantida em vaso por aproximadamente 2 anos, que é o período que também dura o substrato.
Quando o cultivo é para corte, as hastes devem atingir de 0,3 a 0,4 m.

Após todo o cuidado de plantio e cultivação finalizados, caso você queira vender as flores, é comum encontrar como valor médio da dúzia entre R$10,00 e R$15,00.

A gérbera é uma flor de fácil cultivo, fácil venda e é linda! Pode ser usada em diversas ocasiões e sempre torna os arranjos mais alegres e bonitos.

Dúvidas? Deixe-as nos comentários!

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe!

Seus amigos vão adorar! :)