GUIA: Flor Estrela (Estapélia, Cacto estrela, Stapélia Hirsuta)


Com nome científico Stapelia hirsuta, a flor estrela pode também ser conhecida como Estapélia ou cacto estrela. Pertence à família das Asclepiadaceae e parece visualmente bastante com um cacto, mas não é. São espécimes diferentes.

Origem da flor estrela

flor diferente

Podemos sim encontrar a Flor Estrela e cultivá-la no Brasil, mas seu local de preferência é um pouco mais distante. Os melhores climas são o continental, mediterrâneo, o equatorial, o oceânico e nosso conhecido semi-árido que também está em outras regiões do mundo, por isso a planta vive muito bem por aqui. Os climas preferidos são o subtropical e tropical. Seu local de origem é a África do Sul, mas a planta pode ser encontrada em todo o território africano.

Características do Cacto Estrela

características

Para muitos cultivadores é uma flor exótica e realmente diferenciada, digna de admiração. Com folhagem verde clara, seus galhos tem formato de pirâmide com cinco pontas, por isso o apelido de estrela. É aveludada e super suave de tocar, mesmo as pontinhas laterais parecendo muito afiadas. Sua época de florescimento cumpre o mesmo ciclo da maior parte das flores, a primavera, mas a floração continua até o verão, quando alguns especialistas declaram que ela alcança o seu auge. Suas flores são belas, grandes e bem vermelhas, muito diferenciadas da flora brasileira.

flor em formato de cacto estrela

Um dos diferenciais da planta é não possuir um dos melhores aromas. O seu cheiro é desagradável e não atrai insetos belos, mas sim moscas e besouros. E são as moscas as responsáveis por sua polinização. Não é uma planta carnívora, mas os insetos não devem ser afastados. O curioso é que a atração das moscas não é pela planta em si, mas seu aroma que relembra-as de carne em estado de putrefação.

cacto estrela plantas diferentes diferentes plantas estrapélia

Flor estrela e jardinagem

jardinagem

Em projetos urbanístico a planta migra para o Brasil para ser usada em jardins de pedra. É uma das preferidas de áreas externas e combina bastante com cactos e plantas de igual clima. Pode sobreviver a terrenos tanto mais secos como úmidos, mas o ideal é não abusar da regagem, ou haverá problemas. Uma rega a cada dois dias é o suficiente para manter a flor nutrida, hidratada e com bom crescimento.

cacto estrela

Como deriva de clima quente, quanto mais sol levar durante o dia melhor. Em algumas regiões do Brasil pode sofrer um pouco, como o inverno sulista, sendo o nordeste e centro oeste as regiões ideais para cultivo por conta do clima natural da área. Mas nada que uma boa estufa não resolva, não é mesmo? Quando o clima é frio demais, o ideal é buscar locais secos e climatizados para a flor estrela passar o inverno por meio do replantio.

nome científico

Uma das dicas importantes dos especialistas é o replantio bienal. A planta pode sobreviver mais de uma década em um mesmo local, mas o replantio pode triplicar as chances de florescimento e ascensão do vegetal. Sua multiplicação pode ser feita por mudas ou sementes, sendo as sementes as mais populares entre os brasileiros e com preços bem em conta.

Dúvidas? Comente!

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe!

Seus amigos vão adorar! :)